O princípio básico da intradermoterapia é a injeção de medicamentos diretamente no local afetado, minimizando a concentração dos fármacos na corrente sanguínea quando comparados à ingestão oral e ao mesmo tempo maximizando seus efeitos no local desejado.

Os medicamentos usados nesta técnica corporal podem ser direcionados para o tratamento de gordura localizada, celulite ou flacidez, ou seja, com ações lipolíticas, vasculares ou sobre a formação de fibras elásticas. Como exemplo de medicamentos utilizados temos: cafeína, l-carnitina, vitamina B12, silício orgânico, dentre outros. A combinação depende do tipo de condição a ser tratada e é sempre pré-estabelecida em uma avaliação.

As injeções são feitas através de agulhas bastante finas e contam com o uso de anestésico, logo, apesar de parecer um procedimento mais doloroso, é altamente tolerável e conta com a adesão de muitos pacientes, tendo em vista que os resultados podem ser surpreendentes – uma vez que os cuidados apropriados em casa sejam seguidos.

O intervalo entre as sessões na maioria das vezes fica em torno de 1 semana. A sessão é bastante rápida, durando em torno de 20 minutos. A carboxiterapia é uma técnica comumente associada, dependendo do caso.

VOLTAR PARA PROCEDIMENTOS